Cristian e Elizabeth, naturais da Venezuela, floristas em Boa Vista

Plantas e Paisagismo

Cristian e Elizabeth

“Como todo venezuelano, saí do meu país por causa da crise”, conta Cristian, sobre sua trajetória do país de origem até Boa Vista, onde vive com a família há quatro anos. Chef de cozinha, ele conta que os primeiros dias em Roraima foram repletos de dificuldades. Em seu primeiro emprego, em um restaurante, ele ganhava R$ 25 por dia trabalhado, em uma jornada que começava às seis da manhã e terminava apenas as quatro da tarde.

Sua esposa, Elizabeth, trabalhava como assistente social na Venezuela. Em Boa Vista, ela conseguiu emprego em um viveiro de plantas, e costumava vendê-las na rua, em frente e um hospital da cidade. “Vi que ela vendia bem, e resolvi deixar meu trabalho no restaurante para vender plantas”, relembra Cristian.

Desde 2019, os dois comandam a Floricultura Elizabeth, um negócio de venda de plantas, acessórios de jardinagem e também adubo. A maioria das plantas vendidas por Cristian e Elizabeth – alecrim, manjericão, arruda, boldo e outras plantas medicinais – é cultivada na casa dos empresários e vendida em frente a uma agência bancária em Boa Vista. Além disso, os dois também comercializam plantas ornamentais que são trazidas de Holambra (SP), por não aguentarem tão bem o clima quente de Roraima.

O cuidado que Cristian dedicava aos seus pratos, no tempo em que trabalhou como chef de cozinha, agora é levado às plantas que ele e Elizabeth cultivam. “Gosto que estejam regadas, bonitas e que chamem a atenção do consumidor”, detalha o empresário, que também comercializa os produtos via Facebook, Instagram e Whatsapp.

A pandemia do Covid-19 representou uma expressiva queda nas vendas do casal, especialmente pela redução da circulação de pessoas nas ruas da cidade. Cristian conta que precisou vender uma moto e uma carroça para conseguir honrar as despesas, visto que a floricultura é a única fonte de renda da família.

Mesmo diante das dificuldades, os dois seguem investindo no negócio e estudam apostar em outras frentes, como produtos mais focados no paisagismo. “Meu pensamento é sempre de crescer. Tudo o que eu ganho de dinheiro é para investir no nosso negócio e ir crescendo pouco a pouco”, define Cristian.

(Texto incluído na plataforma em Julho de 2021)