Nathaly, natural da Venezuela, empreendedora em Florianópolis

Pets

Nathaly

Nathaly chegou ao Brasil em 2017. Advogada de formação, ela sonhava em ter seu próprio escritório jurídico na área penal e já havia atuado no Ministério Público na Venezuela por cinco anos. “Eu vim para trabalhar no verão e poder voltar com um pouco de dinheiro. Daí as coisas pioraram, e decidi ficar”, conta ela, sobre a crise que assola a Venezuela.

No Brasil, entre os desafios enfrentados, o mais difícil foi certamente o de acompanhar a batalha de sua mãe contra um câncer. “Cheguei ao Brasil, diretamente a Florianópolis, depois meus pais e irmã tiveram de vir de emergência devido a um câncer que minha mãe enfrentava”, relembra. Após a morte de sua mãe, Nathaly conta que viu no luto também a necessidade de encontrar algo que a fizesse feliz. “Sem isso, seria difícil suportar e eu iria cair em depressão”. Foi nesse momento de dor que surgiu também a vontade de trabalhar com o cuidado de animais.

Atualmente, Nathaly comanda a Shaggys Petz. Os serviços oferecidos pela empresa buscam oferecer um tratamento diferenciado para animais de estimação. “Somos um empreendimento familiar que tem nos passeios e no adestramento seus pontos fortes. Fazemos passeios nas diversas praias do Norte da Ilha, ensinando comandos para os bichinhos, equilibrando atividades físicas com mentais”, explica.

Os serviços oferecidos pela Shaggys Petz também incluem banho domiciliar, hospedagem e pet sitter. “No caso dos gatos, que não gostam de se trasladar, vamos à casa do cliente para, de forma confortável, cuidar do gatinho”, explica. O empreendimento também oferece preços especiais e pacotes promocionais, contando ainda com o Shaggys Car, veículo para o transporte dos animais de estimação em caso de emergência. 

Ao pensar nos próximos passos, Nathaly afirma com convicção o desejo de impactar positivamente a economia do Brasil, gerar empregos e inovação para o mercado. Além disso, a empreendedora deseja abrir uma pet shop e criar um aplicativo que ofereça serviços de dog walking, adestramento, hospedagem e taxi pet. “Não queremos que os pets sejam tratados como um número a mais, e sim com o mesmo amor com que é tratado por seu tutor”, finaliza Nathaly, sobre o serviço personalizado e cuidadoso que oferece.

Este texto foi produzido em parceria com a ONG Círculos da Hospitalidade, a partir do projeto Empório Migrante. Para conhecer, acesse: https://circulosdehospitalidade.org/emporio-migrante/

(Texto incluído na plataforma em Novembro de 2021)