RF2300984_IMG_4522.jpg

Conheça

o projeto

A Plataforma Refugiados Empreendedores surge no contexto da crise global despertada pela pandemia do Covid-19 como uma ferramenta para dar maior visibilidade aos negócios liderados por empresários refugiados no Brasil. 

 

Além de uma crise de saúde pública, a pandemia também afeta as pessoas deslocadas à força de forma desproporcional, causando mais do que uma crise de saúde, lacunas na proteção e na situação socioeconômica daqueles que precisam fugir de seus lares em busca de segurança. 

 

Nesse contexto, é essencial promover parcerias inovadoras para a inclusão das pessoas refugiadas através da expansão das oportunidades de subsistência a longo prazo. Mais do que ser a principal ferramenta do ACNUR para apoiar o empreendedorismo dos(as) refugiados(as), essa plataforma pretende se consolidar como referência para o setor privado para a promoção de como fazer negócios com refugiados. 

 

Por aqui, também é possível encontrar uma série de histórias incríveis e inspiradoras, que podem ajudar tanto refugiados(as) que queiram iniciar ou fortalecer seus negócios no país quanto brasileiros(as) que desejam conhecer mais sobre esses empreendimentos – e incluí-los em seu dia-a-dia. 

 

E é importante lembrar que, apesar de ter sido criada diante de uma crise de saúde global, o ACNUR e o Pacto Global pretendem que a plataforma seja duradoura e possa alcançar públicos variados, mesmo depois que a crise do Covid-19 for superada.

 

Iniciativa

ACNUR

ACNUR

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) é uma organização dedicada a salvar vidas, proteger os direitos e garantir um futuro digno a pessoas que foram forçadas a deixar suas casas e comunidades devido a guerras, conflitos armados, perseguições ou graves violações dos direitos humanos. Presente em 135 países, o ACNUR atua de forma coordenada com governos, organizações da sociedade civil, academia e o setor privado para que todas as pessoas refugiadas, deslocadas internas e apátridas encontrem segurança e apoio para reconstruir suas vidas.

 

Em seus 70 anos de atuação, a Agência da ONU para Refugiados já protegeu e ajudou milhões de pessoas a recomeçarem suas vidas. Por esse trabalho humanitário, recebeu duas vezes o Prêmio Nobel da Paz (1954 e 1981). No Brasil, o ACNUR é pautado pelos mesmos princípios e funções que em qualquer outro país: proteger os refugiados e promover soluções duradouras para seus problemas.

 

A agência possui escritório central em Brasília e unidades em São Paulo (SP), Manaus (AM), Belém (PA), Pacaraima (RR) e Boa Vista (RR).

PACTO_GLOBAL

PACTO GLOBAL

Lançado em 2000 pelo então secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan, o Pacto Global é uma chamada para as empresas alinharem suas estratégias e operações a 10 princípios universais nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Anticorrupção e desenvolverem ações que contribuam para o enfrentamento dos desafios da sociedade. É hoje a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo, com mais de 13 mil membros em quase 80 redes locais, que abrangem 160 países.
 
Quem integra o Pacto Global também assume a responsabilidade de contribuir para o alcance da agenda global de sustentabilidade. Em 2015, os 193 países-membros das Nações Unidas aprovaram, por consenso, a Agenda 2030, que tem como principal pilar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os ODS. Trata-se de um plano de ação de 2015 a 2030.

A Rede Brasil do Pacto Global é a terceira maior rede do mundo, com mais de 1100 membros. Em 2015, eram menos de 500 participantes, um crescimento de mais de 100%.